“Eles querem impedir-nos de viver e professar a nossa fé em Cristo, mas eles nunca conseguirão! Este incidente só serviu para nos aproximar ainda mais de Deus”, compartilhou Francis Maina, de sua cama de hospital, com a Portas Abertas

 

Nigeria Childrens.jpg

Às 16h20 do dia 22 de fevereiro, dois homens armados, suspeitos de pertencerem ao grupo radical Boko Haram, abriram fogo contra cristãos que estavam reunidos na casa de uma família na vila Urshalima (Gombe, Nigéria): seis homens morreram e outros oito ficaram feridos. A família realizou o sepultamento de Adamu, Hamma, Yohanna B., Amana, Monday, Adamu Umaru na quinta-feira (28/02). A Portas Abertas visitou os oito feridos no Centro Médico Federal poucos dias após o ataque. Além disso, as famílias afetadas foram ajudadas financeiramente.

Ao que parece, islâmicos extremistas do Boko Haram estão utilizando esse clima de medo e terror para remover, de uma vez por todas, o cristianismo do norte da Nigéria, com o objetivo de estabelecer a Sharia (lei islâmica). Mas, embora a Igreja esteja profundamente entristecida pela perda de inúmeras vidas desde o início do levante contra os cristãos, em novembro de 2011, permanece cheia de esperança.

Mesmo diante dessa situação, Deus tem permitido que os cristãos reflitam e se organizem em grupos de ajuda mútua, o que tem proporcionado o crescimento de sua fé e testemunho. Líderes cristãos permanecem gratos pela preocupação sincera e o apoio que cristãos de todo o mundo têm dado a eles por meio da Portas Abertas.

“A Portas Abertas tem sido a nossa parceira mais próxima em Gombe. Esse ministério fortaleceu o corpo de Cristo em grande medida; sentimo-nos amados nesse momento tão difícil. Através dessa organização, nós pudemos ver que cristãos do mundo todo compartilham a nossa dor como se fosse a sua própria. Em todas as vezes que nos encontramos nesta situação trágica, a Portas Abertas foi a primeira a demonstrar o amor de Deus. Somos muito gratos! Que o Senhor os abençoe abundantemente, em nome de Jesus”, disse o evangelista Musa.

Os colaboradores da Portas Abertas que participaram da visita voltaram para casa encorajados e esperançosos, ao lembrar do testemunho de Francisco, por exemplo: “Eu sei que Jesus vai me levantar desta cama de hospital. Estou confiante de que, por meio do corpo de Cristo, que está ciente da nossa situação e está orando por nós, o poder de Cristo vai unir povos de todas as cores, nacionalidades e denominações. Que as bênçãos do Senhor sejam derramadas sobre esse ministério”, declarou ele.

 Pedidos de oração

 

  • Ore pelas famílias que perderam seus entes queridos, para que elas possam receber o conforto e a paz do Senhor.
  • Peça por sabedoria para os líderes da Igreja no Estado de Gombe.
  • Interceda em favor do restabelecimento da paz no norte da Nigéria; para que a violência chegue ao fim.
  • Apresente a Deus a Igreja no norte da Nigéria e ore para que os cristãos permaneçam firmes durante esses tempos difíceis e incertos.
  • Lembre-se de pedir ao Senhor por proteção para as equipes que viajam por essas regiões instáveis ​​a fim de incentivar e ajudar os cristãos necessitados.

Fonte: portasabertas

Comments are closed.