RESTAURAÇÃO DO ODRE

Nem se põe vinho novo em odres velhos; do contrário, rompem-se os odres, derrama-se o vinho, e os odres se perdem. Mas põe-se vinho novo em odres novos, e ambos se conservam. (Mt 9.17.)

Na época em que Jesus disse isso, os vinhos eram armazenados em bolsas, feitas de couro de ovelhas ou de cabras. Essas bolsas eram chamadas ODRES.

Quando o vinho era posto pela primeira vez, o odre novo estava flexível. Então esticava facilmente, sem qualquer resistência.

Com o envelhecimento, os odres, já esticados, endureciam, ficavam secos, rígidos e quebradiços. Se tornavam inflexíveis.

Se fosse reaproveitado não aguentava o processo de fermentação, rompendo-se com facilidade.

Então o odre era lançado fora?

Não! Havia uma maneira de restaurá-lo.

Colocava-se o odre na água para ser amolecido e depois untado, escovado com óleo de oliva, isto o tornava flexível outra vez, e podia ser usado novamente como da primeira vez.

NÓS SOMOS O ODRE

As vezes estamos assim, como o odre envelhecido; endurecidos, secos, rígidos, inflexíveis, a ponto de quebrar-se todo. Mas ainda assim queremos o vinho novo. É bom querer o vinho novo, mas para isso precisamos restaurar o odre velho.

Com o passar do tempo, nossos corações ficam endurecidos, não se dobram diante da vontade de Deus. Há uma sequidão no nosso interior. Não temos mais vontade de examinar a Palavra nem de orar, e não sentimos mais o fluir do Espírito Santo.

Precisamos do vinho novo, simbolizando aqui o renovo do Espírito Santo. Precisamos restaurar o odre ressequido pelas diversas situações do cotidiano.

Para restaurar o odre envelhecido já temos a receita. Vamos a ela.

1º. Colocando o odre para amolecer.

Precisamos ficar encharcados, novamente, com a (Água) Palavra de Deus.

Leitura diária(mergulhar na água) com o coração aberto e meditar (Salmos 1:2), nos purifica e nos lava (nos amolece assim como o odre).

…, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, (Efésios 5:26)

…quem não nascer da água… não pode entrar no reino de Deus. (João 3:5)

A Palavra, aqui, nos afirma que devemos nascer da água e do Espírito. E pelo que vimos em Efésios 5:26, a água representa a Palavra de Deus que nos lava, nos limpa e restaura.

Pela leitura e meditação, na Palavra de Deus, vamos sendo renovados e nos tornando flexíveis novamente (renascendo=nascendo de novo), se obedecermos.

2º. Untando o odre para flexibilidade.

O tempo de qualidade na oração sincera, no lugar secreto, a sós com o Pai, podemos comparar com óleo de oliva.

Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração. (Jeremias 29:130

Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes. (Jeremias 33:3)

Vigiar e orar é uma ordem do Senhor Jesus, e Paulo disse para orar sem cessar. Só assim podemos nos manter untado para flexibilidade.

O jejum, uma forte ferramenta também, pode ser comparado ao óleo (unção) que quebra o jugo, pois abate a carne, tornando-a flexível (fraca), trazendo sensibilidade ao nosso espírito para ouvir o Espírito Santo.

Deus quer nos encher com o vinho novo, ou seja, renovo com o Espírito Santo. Mas para isso, precisamos ser preparados para recebê-lo: lavados pelas águas da Palavra de Deus. Isso nos concederá mente e coração renovados. Às vezes, queremos buscar só a unção de Deus (O Óleo e Vinho), sem estarmos amolecidos pela (Água) Palavra. Nós, assim como o odre, precisamos ser amolecidos e lavados pela água(Palavra). Lembre-se, o vinho novo não pode ser armazenado em odres velhos.

É preciso atenção para o equilíbrio entre a leitura da Palavra e a unção espiritual.

A Palavra de Deus é a água para amolecer, e o Espírito Santo é o vinho para nos encher. Eles andam juntos para que tenhamos uma vida cristã abundante e equilibrada.

Vamos mergulhar na Palavra, examinando-a e meditando de dia e de noite, vigiando sempre em tudo.

Vamos orar… orar… orar sem cessar e em tudo dar graças a Deus Pai.

Vamos jejuar como diz a Palavra, para que possamos estar sensíveis à voz do Espírito Santo.

ODRE RESTAURADO, IGUAL ODRE NOVO!! … VINHO NOVO!

Fonte: manoeldmelo.wordpress.com

 

Comments are closed.