1 Reis 19.4,11,12,15
1 Reis 19 – 4. Ele, porém, entrou pelo deserto caminho de um dia, e foi sentar-se debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte, dizendo: Já basta, ó Senhor; toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que meus pais.

11. Ao que Deus lhe disse: Vem cá fora, e põe-te no monte perante o Senhor: E eis que o Senhor passou; e um grande e forte vento fendia os montes e despedaçava as penhas diante do Senhor, porém o Senhor não estava no vento; e depois do vento um terremoto, porém o Senhor não estava no terremoto;

12. e depois do terremoto um fogo, porém o Senhor não estava no fogo; e ainda depois do fogo uma voz mansa e delicada.

15. Então o Senhor lhe disse: Vai, volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco; quando lá chegares, ungirás a Hazael para ser rei sobre a Síria.

Elias estava debaixo de um pé de zimbro. E ali Deus o chama para uma audiência com o Reis dos Reis. Enquanto escutava as próprias lamúrias derrotistas, seus ouvidos cansados captaram um cicio tranquilo e suave. O senhor rejeitou seu conveniente pedido. Deu- lhe descanso do seu trabalho; relembrou-lhe que ainda precisava do seu serviço e mandou q retornasse à obra. O profeta pensara q a sua missão estava concluída, e que a vida o deixara nas sombras. Entretanto Deus lhe disse:
Não. Estou chamando-o para voltar lá, ungir reis e profetas e concluir o trabalho iniciado no passado.
Amados, nossa tarefa só termina quando Deus determina nossa hora, enquanto estivermos vivos, estaremos servindo o Rei! O tentador está sempre pronto a tirar proveito de um momento de cansaço ou reações negativas da nossa parte. Cuidado o zimbro é um péssimo lugar. Bom é procurar resolver tudo, pela fé, antes que as emoções deixe tudo mais tumultuado.

Pra. Valéria

Comments are closed.